Postagens

A literatura italiana em diálogo com outras literaturas no âmbito do curso de Letras da USP, por Rodrigo Vicente Rodrigues e Lucia Wataghin

A relação com a morte na poesia de Enrico Testa: análise de um poema, por Luiza Faccio

Basile nas telas do cinema: modernidade e revisionismo em Gatta Cenerentola, por Adriana Aparecida de Jesus Reis e Inessa Rosa de Amorim

Il cielo non cade per i non-ultimi yanomami, di Loretta Emiri

O cálculo de desaparecer e Leonardo Sciascia: a investigação de um sumiço, por Marika Avezzù

Estilhaços grotescos do Antigo ao Neorreal, por Rafael Reginato Moura

Per Giancarlo: Una lunga fedeltà alla poesia, di Alfredo Luzi

Ler os relatos de Alda Merini em tempos de isolamento, por Agnes Ghisi

O epitexto virtual na circulação de escritoras italianas no centro da pandemia[1], por Marlene Rodrigues Brandolt

Epifanias e traumas infantis na construção de jovens psicologias criminosas nos romances de Roberto Saviano e Ferréz, por Gesualdo Maffia.

A poesia de Patrizia Cavalli em tradução, por Cláudia Tavares Alves

Subalterni che possono parlare: Giulia da Gazuolo, di Yuri Brunello

À altura da voz da Piazza de Ferrari, por Rafael Reginato Moura

A invenção do passado em "Tu, sanguinosa infanzia", por Victor Gonçalves

"Il cerusico di mare", di d’Annunzio: un viaggio verso la morte, di Alfredo Luzi